Mitos e Fatos do JKD

Mito: Jeet Kune Do não pode ser treinado utilizando a combinação de varios critérios marciais.

Fato: No começo, o conceito de Bruce Lee era colocar tantos estilos juntos quanto possível, mas Lee percebeu que, com isso, estaria apenas seguindo definições (padrões), e logo chegou à compreensão de como solucionar o problema , passando a buscar as raízes em vez de um estilo em particular.
Para o desenvolvimento de seu método, Bruce Lee treinava o Boxe, Savate, wing chun e esgrima inicialmente. Mas o próprio acabou por tornar-se uma constante mudança em pessoa, agregando mais métodos pois ele de repente vinha e dizia "Isto não funciona mais!" E mudava todo o método de aula, passando a treinar Judo, Jiu-jitsu, Hapkido após conhecer o mestre Ji Han Jae (Game of Death) e luta filipina com o MasGuru Dan Inosanto a quem passava a maior parte do tempo com Lee após conhecê-lo em uma demonstração no campeonato Ed Parker de Karatê.



"Jeet Kune Do usa todos os modos mas não é limitado por nenhum, e igualmente usa quaisquer técnica ou meios que sirvam à sua finalidade". (Bruce Lee)

Mito: Não existe agarres (técnicas de Grappling) nem luta de chão no Jeet Kune Do.

Fato: Atualmente existem alguns que limitam-se em apenas um "tipo" de JKD, com teorias doentias falando que Bruce Lee não anexava em seu método a prática de agarres e lutas de chão, dizendo que era apenas por mérito de estudos. Mas como estudar sem treinar? É fato que Bruce treinava e admirava a luta de chão, os agarres e aplicações de chaves onde tal prática fazia parte de seu método Jeet Kune Do. E assim como Bruce Lee treinava tais coisas, nós como praticantes da arte que ele desenvolveu, obviamente temos que fazer o mesmo, ainda mais onde o Grappling atualmente teve grande evolução e se mostrando muito eficiente num combate. Segundo Bruce Lee, um bom lutador é aquele que está preparado para tudo, ou seja, completo em suas ferramentas...no momento em que há preconceitos do que treinar ou não, o lutador deixa de fazer o JKD de Bruce Lee e passa a fazer as suas afinidades marciais.


No Filme Operação Dragão (Enter The Dragon), é possivel ver Bruce Lee em diversas cenas utilizando chaves de braço como no começo aplicando uma Cervical em Sammo.



Na Cena da foto ao lado imobilizando Jackie Chan. Assim como no filme Vôo do Dragão (Way Of Dragon) aplicando uma gravata em Chuck Norris ao final do filme.

"Em Jeet Kune Do, eficiência é qualquer coisa que conte".
(Bruce Lee)
No Jogo da morte, a roupa que Bruce Lee escolheu foi propositalmente para representar e simbolizar a sua arte do JKD. E percebam que ele faz uso de diversas formas de combate, usa armas, boxe, leglock (aplicada em Ji Han Jae), estrangulamento (aplicado em Jabar) onde ele vendo que seus recursos de luta em pé já não bastavam, passou a querer levar Karean Abdul Jabar ao chão para Finalizá-lo!



Larry Hartsell  (díscípulo de Bruce Lee)
Será que Bruce Lee treinou Grappling? É melhor você acreditar!
Se você ler o Tão of Jeet Kune Do você verá as técnicas de Grappling. Antes de Bruce Lee morrer, ele adicionou 33 movimentos de Grappling para o JKD. Os conceitos de Grappling no Jeet Kune Do se aplicam no ABD – Attack By Drawing, onde você deliberadamente vê uma abertura no oponente onde possa entrar. A exemplo do chute lateral, onde vendo uma abertura você captura a perna do oponente e o leva ao chão.
Você também pode usar o PIA – Progressive Indirect Attack, simulando um golpe em cima e, em seguida, aplicando um single-leg ou Double-leg. Podendo finalizar com uma chave de tornozelo. Portanto, em sua maior parte, o Jeet Kune Do trabalha bem os princípios de entrar e levar ao chão, após isso é puro Grappling.
Qualquer distância pode ser fechada rapidamente, no espaço do chutes você pode capturá-lo. No intervalo do boxe, você pode pegar o braço e levar o oponente ao chão.



Bruce Lee dizia que é necessário você saber Grappling para se tornar um lutador completo.



Eu tive alunos em seminários que diziam: “Eu prefiro ficar do lado de fora e apenas golpear”. Mas suponha que você esteja em uma superfície escorregadia, como você irá chutar? Vamos supor que você caia no chão, e o oponente está em cima de você. Você tem que aprender a lidar com a distância de Grappling. Estive pregando isso por anos e anos, as vezes você não pode ditar o seu próprio ambiente de combate, você estará propício ao Grappling querendo ou não.







Mito: Não existe a prática dos golpes filipinos ou armas em geral no Jeet Kune Do.

Fato: Dan Inosanto antes de conhecer Bruce era perito em luta filipina, com elevada graduação na arte e em karatê. Os dois tornaram-se grandes amigos, e Bruce valorizou a arte filipina e o que Dan Inosanto sabia tanto que Inosanto ensinava os movimentos filipinos a Lee. Dan disse que Bruce tinha tamanha facilidade em aprender as coisas que em pouco tempo ele já dominava grande parte das técnicas mais avançadas. Muitos se enganam em pensar que o manuseio do nunchaku que Bruce Lee fazia é proveniente do kung Fu, na verdade tais técnicas são de origem filipina onde Lee aprendeu com Dan Inosanto. Bruce treinou o estilo Shaolin com um mestre amigo onde ofereceu ao mesmo ensinar Cha-Cha-Cha em troca, contribuindo mais para seu conhecimento em diversas armas e técnicas.
Mas Bruce Lee usava o bastão filipino com seu conceito do método JKD, onde preferia dar mais ênfase a movimentos simples, econômicos com o bastão/Faca, diferentemente da comunidade Filipina que possui uma grande variedade de técnicas, golpes e aprimoramentos detalhados da arte do kali. No Jeet Kune Do são treinados mais os golpes básicos, simples e diretos da arte com maior repetição, ao mesmo tempo que promove particularidades (possuíndo técnicas próprias) e variedades de estilos adaptados. No inacabado filme Jogo da Morte (Game of Death) Bruce mostra em uma luta contra Dan Inosanto a diferença do conceito filipino com o conceito do JKD. Assim como no Filme Operação Dragão (Enter The Dragon) com golpes secos, simples e apenas objetivos. Não desvalorizamos a arte filipina, pelo contrário, encorajamos aqueles que procuram aprimorar e se aprofundar na arte filipina, procurar os representantes oficiais dela, e deixamos claro a diferença do uso e treinamento que fazemos do método.




Mito: Qualquer um que tenha apenas treinado com Bruce Lee pode ser considerado linhagem real do Jeet Kune Do?

Fato: Bruce apenas autorizada Dan Insanto, Taky Kimura e James Lee a dar aulas em seu lugar, qualquer além desses nunca teve sua permissão e muito menos dava aula usando o nome. O problema é que muitos, após sua morte, aproveitaram para usar o nome de sua arte nunca tendo tido tal permissão de Lee. Oportunistas não faltaram, pois Bruce Lee sempre foi referencia marcial e ter treinado com ele dava grande status a pessoa, mas tal não significa ter capacidade de tomar posse do Jeet Kune Do como seu. Ter treinado não significa ser capaz de se dizer linhagem ou abrir uma instituição; é como alguém que treinou karatê, por exemplo, e abre uma academia sem ter sido um dia colocado no posto de instrutor. Com certeza uma pessoa que apenas treinou e conheceu o professor de uma categoria marcial, não pode sair dizendo ser linhagem desde, pois assim seria muito mais facil virar instrutor ou professor de uma arte marcial qualquer, é só pisar na academia e pronto! você já é linhagem!



Taky Kimura e Bruce Lee
"Arte Marcial não deveria ser distribuída indiscriminadamente. Tão longe eu somente tenho 3 assistentes que ensinam quando não posso estar presente, um amigo e assistente de qualidade (aluno mais capaz/professor), Taky Kimura que  durante mais de 10 anos, ensinava em Seatle. James Lee é um instrutor de Kung Fu, fechou sua escola e tem um clube em Oakland, e Dan Inosanto ensina como hobby em sua casa no Sul da Califórnia. Ambos, Taky e James, são mais treinados no sistema chines porque eles me conheceram na fase mais cedo em meu desenvolvimento e, por conseguinte, sempre que os vejo tenho que libertá-los da forma para caminharem sem forma. Dan, um dedicado profissional, me conheceu, entretanto, durante o meio de minha evolução". (Bruce Lee)




James Lee

Bruce Lee percebeu que as pessoas estavam indo ao Jeet Kune Do como o caminho da totalidade, ou mesmo como um "estilo da verdade" em combate. Ele não gostava da idéia das pessoas acharem que o que ele havia desenvolvido fazia com que qualquer pessoa tornar-se-ia o melhor em combate por razão de praticar o JKD. Lee havia persebido que o mais importante é a dedicação do lutador e não tanto o que ele faz, por essa razão ele fechou suas academia e passou a lecionar em sua casa particularmente e selecionando a dedo pra quem iria dar aula.





Bruce Lee e Dan Inosanto


"Eu estava ensinando nos EUA, eu tinha três escolas e as fechei e apenas passei a ensinar em aulas particulares. Eu não acredito mais em escolas".                                         

"Eu fechei todas as escolas de JKD, porque é muito facil um membro entrar e tomar a agenda como "verdade" e o calendário como "o caminho".
(Bruce Lee - The Bible of Jeet Kune Do)











Mito: Um professor de kung fu, especialmente Wing Chun está capacitado a dar aula ou tomar-se como praticante real do Jeet Kune Do.

Fato: Muitos são os que erroneamente pensam que por terem experiência no kung fu Wing Chun, isso lhes dê total capacidade para lecionar o JKD. Atualmente temos muitos que por ignorância ou oportunismo usam o nome do JKD sem ter alguma qualificação, principalmente no Brasil onde muitos profissionais do kung fu "migram" de forma inadequada para o Jeet Kune Do. Para identificar os tais, basta perceber que eles recriminam a prática de técnicas de agarre (grappling) ou treinamentos com arma (kali), dando explicações doentias, por afinidade, de que tais coisas não fazem parte do método, iludindo os alunos para que façam aquilo que ele sabe fazer e não aquilo que pertence ao treinamento total da arte de Bruce Lee. É certo de que Lee começou com o wing chun, mas após um combate contra um mestre de Kung Fu para ter o direito de ensinar aos não-chineses, percebeu que para uma luta é preciso muito mais, e nisso começou a explocar todas as formas marciais que ele acreditava serem adequedas numa situação de confronto. Para o lutador de estilo marcial entender o JKD é preciso explorar todas as ferramentas marciais e fazer, como Lee mesmo disse, o treinamento de cada parte do corpo. É muito mais que qualquer estilo ou preferências, é treinar por necessidade e não por gosto.

"A razão para não aderir mais ao Wing Chun é porque eu sinceramente sinto que o meu método tem mais a oferecer em matéria de eficiência".

"Eu perdi a fé na arte chinesa clássica - embora tenha sido iniciado nela - porque, basicamente, todos esses estilos produzem a natação em terra seca, até a escola de wing chun. Assim a minha linha de treino é mais eficiênte para lutar na rua, pois treinamos de tudo e com tudo".
(Bruce Lee - Commentaries on the Martial Way)



Mito: Somente Dan Inosanto pode ser considerado como o verdadeiro detentor do Jeet Kune Do e o resto é apenas MMA.

Fato: Dan Inosanto foi sim um aluno do Bruce Lee, mas ele apenas pegou a fase concepts do Jeet Kune Do, ou seja, a fase em que Bruce Lee estava reunindo e treinando os "conceitos do JKD". E como Lee mesmo diz em seu diário, Dan tinha menos experiência com Bruce do que James, Taky e Ted Wong, pois esses o acompanharam desde o início da arte até o final.
Já Dan Inosanto teve uma visão de uma parte do JKD...mas Lee antes de morrer fechou suas academias e não deixou nenhum de seus alunos (mesmo os mais fiéis) como representante ou muito menos herdeiro da arte do Jeet Kune Do.
Ninguém pode se dizer detentor exclusivo do JKD, pois todos os que aprenderam com Bruce Lee, inclusive Dan Inosanto fazem o seu JKD, pois este é o objetivo da arte, e isso se prova na influencia que Dan colocou da luta filipina.
Brandon Lee quando vivo dizia que não existe alguém que pratique o Jeet Kune Do de Bruce Lee, pois a arte é algo pessoal de cada um, e quando alguém disser que faz o JKD de Bruce Lee, ele não está fazendo o JKD, mas sim seguindo um estilo de luta de alguém. Pois o objetivo do JKD é que cada um tenha o seu próprio JKD...e Dan Inosanto tem o JKD dele que colocou muita influencia de sua arte filipina. Isso não é errado, é apenas para que vejam que o JKD é isso...é vc colocar aquilo que ao seu modo está exercendo o caminho do não caminho, cumprindo os principios da arte que são: Simplicidade, Adaptação, Economia de Movimento e Eficiencia.

"Acho muita prepotência eu dizer que pratico o Jeet Kune Do de meu pai, prefiro dizer que faço a minha visão e interpretação do Jeet Kune Do, pois ninguém nunca fará o JKD de meu pai" (Brandon Lee)

Dan Inosanto mesmo jurou após a morte de Bruce Lee não ensinar JKD em sua academia, percebam que ele colocou "Inosanto Academy" onde dentro dela faz treinos diversos de modalidades marciais e seus ensinamentos que teve de Bruce Lee.
Mas ele mesmo sabe que o que faz é a própria interpretação da arte e não o JKD de Bruce Lee pois isso é impossivel faze-lo, Dan faz um ótimo trabalho...mas infelizmente alguns "religiosos" que não entenderam a arte do JKD pensam que somente ele tem o poder da originalidade ou qualquer outro que julgue ser dono da arte de Bruce Lee. Pois antes de morrer, Lee percebeu que mesmo seus mais íntimos alunos não estavam preparados e completamente entendido o Jeet Kune Do.
Qualquer um que treine, até mesmo os que tiveram com Lee....fazem apenas a sua própria interpretação. Pois essa é a beleza da arte e o objetivo que Lee tinha.



Mito: Jeet Kune Do é, basicamente, o MMA de hoje. 

Fato: O MMA é apenas a ideia e visão inicial de Bruce Lee, à respeito da mistura de categorias e estilos de luta. Seu pensamento estava envolto de transpor as restrições de se treinar apenas uma ramificação de combate. Explorar todas as ferramentas, combinar luta em pé, torções, projeções com luta no chão, foi a base inicial do Jeet Kune Do. 

"Se você põe luvas, estará lutando com regras. Você precisa saber que as regras sobreviverão. Mas na rua você tem mais ferramentas a seu favor." (Bruce Lee) 

O Jeet Kune Do se utiliza de muitas ferramentas, estratégias e golpes que não podem ser empregados nos atuais eventos de MMA. Bruce, por exemplo, adorava chutar a virilha..."Finger-Jab" - o famoso Jab de Dedo, no qual eram feitos nos olhos - podendo ser chamados de "Eyes Jab" - Jab nos Olhos - pois o emprego do Finger-Jab também poderia ser usado para outras partes e pontos de pressão. Cabeçadas e golpes na nuca não são permitidos até então, assim como mordidas e todo o arsenal de golpes voltados para situações imediatas de risco. 

Bruce Lee realmente criou uma filosofia de arte marcial completamente ilimitada. Estando aberta para futuras e constantes atualizações, feitas pelos seus futuros seguidores. Pois o Nome Bruce Lee e sua filosofia de combate, estão além do Jeet Kune Do, fazem parte de um todo. Quem compreende isso, percebe o quanto o nome JKD se torna pequeno comparada à amplitude da filosofia. 























ATENÇÃO:
Esta pagina está em construção, cujo o conteúdo ainda está em desenvolvimento. Mantenha acesso ao site para estar atualizado com as novas informações e conteúdos que virão. Obrigado pela sua visita!